Estrutura Residencial para Pessoas Idosas

A ESTRUTURA RESIDENCIAL PARA PESSOAS IDOSAS é uma resposta social que consiste no alojamento coletivo, de utilização temporária ou permanente, em que sejam desenvolvidas atividades de apoio social e prestados cuidados de enfermagem.

 

Objectivos e descrição:
 

- São destinatários da ESTRUTURA RESIDENCIAL PARA PESSOAS IDOSAS:

- Pessoas com 65 ou mais anos que, por razões familiares, dependência, isolamento, solidão ou insegurança, não podem permanecer na sua residência;

- Pessoas adultas de idade inferior a 65 anos, em situação de exceção devidamente justificada;

- Em situações pontuais, a pessoas com necessidade de alojamento decorrente da ausência, impedimento ou necessidade de descanso do cuidador.

- Constituem objetivos da ESTRUTURA RESIDENCIAL PARA PESSOAS IDOSAS:

- Proporcionar serviços permanentes e adequados às necessidades biopsicossociais das pessoas idosas;

- Assegurar um atendimento individual e personalizado em função das necessidades específicas de cada pessoa;

- Promover a dignidade da pessoa e oportunidades para a estimulação da memória, do respeito pela história, cultura, e espiritualidade pessoais e pelas suas reminiscências e vontades conscientemente expressas;

- Contribuir para a estimulação de um processo de envelhecimento ativo;

- Promover o aproveitamento de oportunidades para a saúde, participação e segurança e no acesso à continuidade de aprendizagem ao longo da vida e o contacto com novas tecnologias úteis;

- Prevenir e despistar qualquer inadaptação, deficiência ou situação de risco, assegurando o encaminhamento mais adequado;

- Contribuir para a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar;

- Promover o envolvimento  e competências da família. E ainda, de acordo com cada caso:

- Promover estratégias de manutenção e reforço da funcionalidade, autonomia e independência, do auto cuidado e da autoestima e oportunidades para a mobilidade e atividade regular, tendo em atenção o estado de saúde e recomendações médicas de cada pessoa;


Promover um ambiente de segurança física e afetiva, prevenir os acidentes, as quedas, os problemas com medicamentos, o isolamento e qualquer forma de mau trato;

- Promover a intergeracionalidade;

- Promover os contactos sociais e potenciar a integração social;

- Promover a interação com ambientes estimulantes, promovendo as capacidades, a quebra da rotina e a manutenção do gosto pela vida.